terça-feira, 13 de julho de 2010

Desculpa...

 
Desculpa ai, é que as vezes sinto-me tão sua, ao ponto de esquecer que existem limites entre vc e eu.
Afinal, não posso te prender assim...vc tem seus conceitos, seus medos, seus planos internos, seus pensamentos, desvaneios e segredos, e eu, já não me via mais com minhas histórias e sim, nossas.
Tive dores, tive rancores, mágoas e desamores, mas queria dividir todos com vc...
Desculpe mais uma vez! Não queria incomodar-te, relembrar-te ou acusar-te!
Simplesmente passei aqui pra dizer quem fui, pra lembrar quem sou e o que serei...
Se um dia quiseres sentar a beira do mar pra contar, serei a concha fechada a te ouvir, tão secreta que ninguém ousará em me abrir....

- Não pense que alguma coisa mudou. O que eu queria que vc entendesse é que entre vc e eu não há mais medos, inseguranças e segredos.
(...)

Te amo!

Pros que sabiam da situação da minha saúde....to bem melhor! Fui na doutora é ela disse que logu logu vou ficar bem! =)
 .
Continuem me ajudando nos votos heim! 
To ganhando, genteee!!!! xD

4 comentários:

Camila Chaves disse...

Oi menina! Lindo blog o seu! Votei em você lá no concurso!
Voltarei aqui mais vezes!
Um beijo

*May Lopes disse...

Lindo texto Desi!
As vezes vc consegue escrever o que qualquer ser humano quer ter a coragem de falar...

Obs:Amei o layout novo!

zinhu disse...

lindu texto
amei !!

Colhendo, né Amor!? disse...

Primeiro quero dizer que adorei a mudança da cara do blog.


Lindo seu texto, inspirada.

Afinal, não posso te prender assim...

A verdade é que nunca prendemos, se ficam ou vão, é por livre e espontânea vontade. Não temos poder sobre decisões,exceto, as nossas.

Beijos